(14) 3656-2200

RECEITAS CULINÁRIAS

INGREDIENTES

1 picanha de aproximadamente 1 kg

250 g de mussarela em fatias

250 g de tomate seco

150 g de provolone ralado

1 xícara de café de azeite

8 dentes de alho batido

5 colheres de mostrada

2 colheres de margarina sem sal

Sal grosso

Papel alumínio

MODO DE PREPARO

Com uma faca fina e comprida abrir um corte largo no meio da picanha, da parte mais larga para a parte mais fina, sem cortar as laterais e o fundo.

Com cuidado virar a picanha do avesso, virando a parte mais larga para a parte mais fina, de maneira que a gordura da picanha fique por dentro.

Misturar sal grosso, azeite, mostarda e a manteiga para obter uma pasta, com 1/4 dessa pasta untar a gordura da picanha.

Enrolar as fatias de mussarela com dois tomates secos e provolone ralado e rechear a picanha.

Após a picanha estar bem recheada, costurar o corte realizado com linha e agulha, caso tenha ocorrido algum rasgo na picanha ao vira-la do avesso costurar também (importante: tem que ser com agulha e linha e pontos pequenos para não vazar o queijo).

Colocar a picanha com o lado que ficou a gordura virada para cima, cobrir essa lado com o restante do sal grosso e enrolar em papel aluminio.

Colocar para assar em churrasqueira no braseiro (sem chamas) por aproximadamente uma hora e meia, após isso retirar o papel aluminio e deixar dourar por aproximadamente meia hora.

O líquido que escorre da picanha e fica no papel aluminio jogar fora, já que é o resultado do sal grosso derretido, o que o deixa muito salgado, não reaproveitar.

Sirva com arroz branco e salada de rúcula com alface e palmito.

INGREDIENTES

2 kg de costela de boi sem osso e pouca gordura

1 pacote de creme de cebola

8 cebolas medias

4 tabletes de caldo knorr sabor picanha

MODO DE PREPARO

Corte a costela em pedaços pequenos.

Descasque a cebola.

Na panela de pressão forre o fundo com as cebolas, distribua a costela sobre a cebola, coloque o creme de cebola e o caldo knorr.

Tampe a panela de pressão e coloque em fogo médio, ao começar a chiar marque por 30 minutos.

Depois é só servir com arroz branco e batatas frita.

INGREDIENTES

500 g de Contra

Filé 350 ml de Cerveja Preta

Sal a gosto

Chimichurri - Cocina Mix a gosto

1 Seringa para Injetar Temperos

MODO DE PREPARO

Em um recipiente coloque a cerveja e o sal. Misture bem. Coloque a cerveja na seringa e injete no pedaço de contra filé. Coloque o contra filé no recipiente com o que restou da cerveja e deixe marinar por 15 minutos. Após a carne marinada, tempere com o sal e o chimichurri.

Leve o contra filé à churrasqueira em fogo brando, altura de 40 centímetros por aproximadamente 20 minutos. Quando o contra filé estiver grelhado, retire da churrasqueira. Prato pronto é só servir e bom apetite.

Observações: Caso haja necessidade, adicione sal na hora de servir. O tempo de preparo depende do braseiro utilizado.

4 folhas de louro

1 maço de tomilho

½ maço de salsa

Azeite de oliva para refogar

1 cenoura cortada

1 cebola cortada em 4 partes

1 talo de alho-poró cortado

2 talos de salsão (aipo) cortados

1 tomate picado

4 kg de osso bovino assados

½ cabeça de alho

250 ml de vinho Madeira + 100ml de vinho madeira

4 litros de água

100 g de manteiga

2 colheres (de sopa) de farinha de trigo

1 xícara de creme de leite fresco

400g de filé cortado em iscas finas

Sal a gosto

Pimenta do reino a gosto

300g de cogumelo paris em fatias

Com o auxílio de um barbante, unir as folhas de louro, o tomilho e a salsa formando um bouquet. Em uma panela, regada com azeite, dourar bem a cenoura, a cebola, o alho poró, o salsão e o tomate. Juntar os osso, a cabeça de alho, o vinho e a água. Adicionar o bouquet e deixar em fogo médio por mais ou menos 1 hora ou até o líquido reduzir a ⅓. Coar o líquido. Reservar. Em uma panela, derreter a manteiga, juntar a farinha de trigo, sempre mexendo para não empelotar e juntar o líquido coado. Quando o molho ficar numa consistência mais firme, juntar o creme de leite, misturar e reservar. Em uma panela, dispor os filés e deixar que fiquem bem dourados. Temperar com sal e pimenta do reino. Juntar o restante do vinho madeira e deixar evaporar o álcool. Juntar o molho, deixar ferver junto com a carne por 10 minutos. Juntar os cogumelos e cozinhar por mais 10 minutos.

INGREDIENTES

600g de alcatra cortada em 8 bifes grossos

01 xícara (chá) de farinha de trigo 

01 colher (chá) de sal

1/4 colher (chá) de pimenta 

01 xícara (chá) de salsão picado

01 pimentão verde em fatias 

01 cebola média fatiada em anéis 

01 xícara (chá) de purê de tomate

2/3 xícara de (chá) de água

01 colher (sopa) de molho inglês

MODO DE PREPARO

Misture a farinha de trigo, o sal e a pimenta. Passe os bifes por essa mistura e arrume-os, lado a lado em um recipiente. Reserve. Num recipiente pequeno, misture o salsão, o pimentão, a cebola e leve ao microondas por 3 a 5 minutos na potência máxima, até os vegetais amolecerem. Num recipiente com tampa, coloque os bifes, cubra com os vegetais. Tampe o recipiente e leve ao forno por 5 minutos na potência máxima. Reduza a potência para média e cozinhe por 30 a 40 minutos, até que os bifes fiquem bem macios. Rearranje a carne após decorrida metade do tempo de cozimento.

INGREDIENTES

1 peça de cupim (aproximadamente 1kg)

2 colheres (sopa) de vinagre branco

4 colheres (sopa) de suco de laranja

4 dentes de alho triturados

1 colher (sopa) de cominho em pó

1 colher (chá) de coentro em pó

1 colher (sopa) de orégano

2 folhas de louro

Pimenta do reino a gosto

Sal a gosto

1 colher (sopa) de óleo

½ cebola picada

2 colheres (sopa) de salsinha verde

Aproximadamente 1,2 litros de água

4 batatas médias (opcional)

MODO DE PREPARO

Caso julgue necessário limpe a carne. Em uma travessa tempere a carne com o vinagre, o suco de laranja, o alho, o cominho, o coentro, o orégano, o sal, a pimenta do reino e o louro, esfregando bem dos dois lados. Após, tampe com filme plástico e deixe marinar por 1hora na geladeira.

Na panela de pressão coloque o óleo e sele a carne dos dois lados, retire a carne da panela por um instante e refogue a cebola até ficar transparente, adicione a salsinha verde e devolva a carne na panela.  Acrescente a água até que a carne esteja completamente coberta. Após iniciar a pressão deixe conte 1 hora e 45 minutos. Abra a panela, reserve a carne na travessa e com o caldo que ficou na panela vamos cozinhar as batatas. Descasque as batatas e corte-as grosseiramente, adicione direto na panela (não precisa tampar) e com o fogo médio deixe as batatas cozinhando e pegando o sabor do caldo, elas devem cozinhar por aproximadamente 20 minutos ou até que estejam macias.

Corte o cupim em fatias e sirva a seguir com as batatas.

INGREDIENTES

1 peça de acém (2,5 kg)

1 pacote de preparado para sopa de aspargo, queijo ou cebola

100 g de bacon em cubinhos

MODO DE PREPARO

De véspera, esfregue o preparado para sopa por toda a carne e deixe em repouso na geladeira, em vasilha coberta, até o dia seguinte (12 horas). Espalhe o bacon sobre um dos lados da peça de carne e enrole-a, formando quase uma bola. Embrulhe com 4 voltas de papel-alumínio, fechando bem as extremidades, e leve ao forno alto preaquecido (250°C) por 2 horas e meia. Abra e, se necessário, mantenha no forno até o ponto desejado. Sirva com purê de batata ou mandioquinha (batata-baroa) e salada de folhas.

INGREDIENTES

1 kg de paleta bovina limpa e sem osso (peça)

2 sachês de Tempero

1 colher (chá) de sal

1 cebola pequena picada

2 colheres (sopa) de óleo

MODO DE PREPARO

Em uma assadeira grande, coloque a paleta e fure-a com um garfo. Polvilhe com o Tempero e o sal, e cubra com a cebola. Regue com o azeite, cubra com papel-alumínio e leve ao forno médio (180 graus), preaquecido, por 1 hora e 15 minutos, ou até estar macia. Retire do forno e sirva em seguida.

RECEITAS CHURRASCO

O primeiro cuidado é na hora da compra, procure sempre pela peça embalada a vácuo, pesando no máximo entre 1 kg e 1.2 kg.

Comprar peça de picanha nacional com peso acima disso é muito provável que você leve para casa um pedaço de coxão duro.

A camada de gordura deve ser uniforme, mais clara e sem excessos, conforme imagem abaixo, são sinais de uma carne de boa qualidade.

A embalagem não pode conter muito sangue dentro dela, caso contrário é um sinal de que a carne está perdendo todo o seu suco, como resultado será uma carne seca na hora de servir.

Procure na sua região bons açougues, não existe um bom churrasco se a qualidade da carne não for de boa qualidade, independente do corte.

Como preparar uma picanha

A forma de preparo da picanha depende basicamente de como você pretende fazer,  inteira no espeto ou cortada para a grelha.


Uma dica geral muito interessante é fazer alguns riscos na parte da gordura, conforme imagem, isso ajuda a absorver melhor o sal.

Como cortar picanha

O corte da picanha para a grelha deve ter dois dedos masculinos de espessura, ou três dedos femininos. Começando sempre da parte menor e subindo!

Se você pretende fazer inteira no espeto, naturalmente não vamos fazer nenhum corte. Apenas siga a dica acima de fazer pequenos riscos na camada de gordura.

Como temperar picanha para churrasco

O tempero básico da picanha para churrasco é apenas sal, no caso da picanha no espeto vamos utilizar uma quantidade média de sal grosso e deixar a carne “descansando” por 5 minutos, com a parte da gordura virada para baixo e retirar o excesso de sal após esse tempo.

Para temperar a picanha para a grelha, podemos utilizar preferencialmente uma pequena quantidade de sal grosso triturado dos dois lados. Também vamos deixar a carne “descansar” por 5 minutos antes de levar para a churrasqueira.

Ingredientes:

- 1 costela (20 quilos)

- sal grosso

- cachaça


Modo de fazer:

Misture a cachaça no sal. A quantidade vai depender do seu gosto. A bebida ajuda o sal grudar na carne da costela. Espalhe sal à vontade nos dois lados da carne. Não se preocupe, o excesso de sal depois vai cair.

Na sequência, prenda a carne no espeto. Atenção, as costelas devem ficar na posição vertical. Isto para o 'suco' da carne não cair e ficar queimando com o fogo, o que deixa a carne mais macia. Agora é hora de preparar o fogo. Ele deve ficar 80 centímetros de distância de cada lado do espeto.

Após algumas horas de fogo você vai precisar rodear toda a costela com o fogo. Para assar a costela você vai usar, aproximadamente, meio metro cúbico de lenha. Durante as 6 horas de fogo você deve dosar a lenha para ter um fogo uniforme e contínuo. Quando a carne já estiver 3 horas no fogo, coloque lenha ao redor de toda a carne. Durante este período não precisa mexer na carne.

Nesta hora, pulverize a costela com cerveja para hidratar a carne. Depois de umas 5 horas de fogo veja como está a carne. Com uma faca fure a carne, se tiver cheiro de sangue é porque está crua. Se tiver cheiro de carne assada está cozida.  Normalmente, o costelão leva 6 horas de fogo para ficar pronto.

É preciso bater a carne para retirar o excesso de sal.  O costelão fogo de chão serve até 35 pessoas. A dica é servir com arroz branco e salada.

Ingredientes

2,5Kg de costela bovina não muito grossa;

1Kg de batatas;

4 tomates;

3 cebolas;

5 dentes de alho;

Sal;

Pimentão opcional;

Modo de Preparo

Salgue a costela com o sal e passe o alho picado;

Coloque a costela na forma de ferro ou de barro;

Vá dispondo as cebolas, os tomates fatiados, e alguns dentes de alho com casca sobre a costela.

Cubra com papel alumínio e deixo no forno no mínimo por 2 horas.

Retire o papel alumínio e deixe dourar por 20 ou 30 minutos.

Pode servir arroz para acompanhamento.

INGREDIENTES

3kg de costelinha de porco

1 cebola roxa

2 cabeças de alho picado óregano a gosto salsa a gosto

50ml de suco de limão

3 colheres (sopa) de mostarda

2 colheres (sopa) de sal grosso

7 folhas de louro

200ml de água

MODO DE PREPARO

Corte a costela em grupos de 3 ripas, Junte no liquidificador os ingredientes e bata por 30 segundos. Em seguida, coloque o tempero em uma bacia grande e comece a banhar a costelinha no tempero. Posicione a costelinha em outra bacia com a parte do osso para baixo e após banhar todos os pedaços da costela, adicione o molho por toda a bacia e deixe em repouso por 20 minutos. Depois é só colocar na grelha para assar na brasa.

INGREDIENTES

1 kg de Maminha

Sal a gosto

Pimenta do Reino a gosto

100 g de Manteiga

3 Dentes de Alho

MODO DE PREPARO

Tempere a peça de maminha com o sal e a pimenta do reino.

Leve a peça de maminha à churrasqueira, primeiro com o lado da gordura voltado para o braseiro, fogo brando, altura de 45 centímetros, apenas para selar todos os lados da peça. Descasque os dentes de alho e pique. Coloque-os em um recipiente, adicione o sal e macere. Acrescente a manteiga e a pimenta do reino, misture até formar uma pasta. Assim que a peça estiver selada, retire da churrasqueira e deixe-a descansar por 5 minutos.

Após os 5 minutos, corte a peça em bifes de 3 centímetros de espessura. Leve os bifes à churrasqueira, tempere com sal (apenas o lado de cima dos bifes). Quando grelhar um lado, vire os bifes e acrescente a pasta de manteiga e alho. Quando os bifes estiverem grelhados, retire da churrasqueira e antes de cortar deixe descansar 5 minutos.

Para servir corte em iscas e sirva com mais manteiga. Prato pronto é só servir e bom apetite! O tempo de preparo depende do braseiro utilizado. Vale lembrar que o fogo muito alto, vai dourar por fora e não vai assar por dentro.

INGREDIENTES

1 Peça de Filé Mignon

5 Tiras de Bacon

Azeite a gosto

Sal Grosso a gosto

1 Espeto para Churrasco

MODO DE PREPARO

Corte 5 pedaços do filé mignon. Enrole um bacon em cada pedaço do filé mignon. Espete os filés mignon no espeto. Tempere os medalhões com o azeite e o sal grosso (não coloque sal no bacon).

Leve à churrasqueira em fogo brando. Quando estiver dourado, bata o sal da carne e retire da churrasqueira. Você pode servir no espeto (estilo churrascaria) ou retirando os medalhões do espeto e servir individual.

Prato pronto é só servir e bom apetite! O tempo de preparo depende do braseiro utilizado. Vale lembrar que o fogo muito alto, vai dourar por fora e não vai assar por dentro.

INGREDIENTES

6 Linguiças Toscana

3 Pães Baguete

½ Xícara (de chá) de Queijo Parmesão

Orégano a gosto

½ Limões espremido

50 ml de Cachaça

MODO DE PREPARO

Corte os pães ao meio, amasse o miolo e reserve. Faça um corte na linguiça, retire a pele dela e coloque a massa da linguiça em um recipiente. Tempere com o queijo parmesão, o orégano, o limão e a cachaça. Misture bem. Recheie cada metade do pão com um pouco da massa e aperte bem.

Leve à churrasqueira (com a parte da linguiça voltado para o braseiro) em fogo médio, altura de 40 centímetros do braseiro. Quando a parte da linguiça estiver dourado, vire o pão apenas para aquecer o outro lado. Assim que os pães estiverem grelhados, retire da churrasqueira. Você pode servir como lanche ou cortado como aperitivo.

Prato pronto é só servir e bom apetite! 

INGREDIENTES

7 Bifes de Miolo de Alcatra (cortados finos)

½ Xícara (de chá) de Azeite

Sal a gosto

2 Colheres (de sopa) de Lemon Pepper – Cocina Mix

14 Pedaços de Barbante Alimentício

1 Espeto Duplo para Churrasco

MODO DE PREPARO

Em um recipiente coloque o azeite, o sal e o lemon pepper. Misture bem. Com um pincel culinário, espelhe o tempero pelos bifes (dos dois lados). Enrole os bifes (como se fosse bife a rolê), amare cada bife com 2 barbantes e coloque-os no espeto para churrasco. Leve o espeito à churrasqueira, altura de 40 centímetros, fogo médio por aproximadamente 15 minutos. Quando os rollitos estiverem prontos, retire da churrasqueira. Para servir você pode aparar as pontas (para ficarem padronizados) e retire o barbante. Prato pronto é só servir e bom apetite. 

CORTES DE CARNE

Filé mignon não é o tipo de carne que dá para comprar toda hora. Custa caro, eu sei. Mas é uma delícia! Então, começo o post de hoje já revelando um truque de economia doméstica: quando quiser comprar filé mignon, leve a peça inteira para casa — o quilo é mais acessível do que em porções, acredite. Mas o que eu faço com a peça inteira? Rosbife, escalope, medalhão, picadinho… Ah, você não sabe porcionar o filé mignon? Vem que eu explico para você.

Antes de começar, uma condição: eu explico se você se comprometer a ensinar outra pessoa depois. Vamos compartilhar conhecimento e levar todo mundo para a cozinha. Combinado?

Primeiro, as apresentações

O filé mignon tem cabeça, miolo, lateral e ponta. A cabeça fica na extremidade maior e a ponta, no extremo oposto — onde a carne afina. O miolo é o corpo cilíndrico da peça. E a lateral é a parte que fica (adivinha onde?) de lado, já querendo se soltar. E como faz para cortar?

Faz assim: da ponta para o miolo, onde o diâmetro estabiliza, passe a faca. Depois, do outro lado da peça, onde o miolo se junta com a cabeça, corte novamente. Aí é só cortar a lateral para deixar o miolo uniforme. Terminada esta etapa, você terá separadas as quatro partes do filé mignon.

Truque: adeus, fáscia!

Fáscia é aquela película branca que fica entre os músculos da carne — não confundir com gordura. Se não for retirada, a fáscia endurece a carne durante o cozimento. Corte uma pontinha desta película, como se fosse descascar a carne. Segure essa pontinha com uma mão e, com a faca na outra, arraste a lâmina por baixo da fáscia, angulando o fio da faca para cima. Repita esse procedimento, tira por tira, até limpar toda a carne.


Vamos aos cortes?

Se você ainda não sabe, vai descobrir quantos cortes podemos tirar de uma peça de filé mignon. Com o miolo todo é possível preparar um delicioso rosbife. Mas, se você não quiser usar o miolo todo de uma vez, pode fazer (e congelar!) os seguintes cortes tradicionais da culinária francesa: chateaubriand, que tem cerca de 4 cm de altura e pesa 400 g; tournedo, um pouquinho menor, com cerca de 3 cm; medalhão, com 2 cm de altura e cerca de 120g; e o bife, aquele do dia a dia, que a gente paga uma fortuna no mercado, é uma fatia de 1 cm do miolo do mignon.

Você acha que acabou? Nada disso. Ainda têm os escalopes, bifinhos que tiramos da lateral e da ponta do filé mignon. Eles são cortados na transversal — acompanhe o sentido das fibras para passar a faca. Tem também o paillard, aquele bife mais fininho e amplo de todos, feito de escalopes batidos.

E o picadinho? Geralmente, é feito das pontas, da lateral e da cabeça. Corte os bifes em tiras e as tiras, em cubos. Atenção: como esta carne é muito macia, os cubos não precisam ser muito pequenos.

Para terminar, uma dica preciosa: é imprescindível ter uma faca boa e afiada para porcionar o mignon. Minha sugestão é a faca de chef, que tem 20 cm e serve para alimentos grandes.

Ufa! Quanta informação… Mas, fala a verdade, não é incrível o que dá para fazer com uma peça de filé mignon? E você não acha que todo mundo deveria saber disso? Então, vai lá: marque uma aulinha de culinária com um amigo, um familiar ou um vizinho. Vamos compartilhar conhecimento!

Aprenda como cortar uma picanha

Saber como cortar uma picanha é essencial quando se fala em churrasco, a primeira coisa que vem a mente é aquela picanha suculenta, macia com aquela gordurinha do lado. Churrasco sem picanha não é churrasco, pelo menos não aqui nas terras do Brasil.

Sendo a convidada de honra do seu churrasco, nada mais justo do que você conhecer bem como comprar e como cortar picanha  para que ela brilhe na hora de ser servida, com aquele sabor característico e maciez incomparável.

A primeira coisa é saber como comprar, escolher a carne que você vai levar é de suma importância, pois se você escolher a carne errada não há faca de churrasco, churrasqueiro ou mágica que salve o seu churrasco.

Para isso você deve prestar atenção a algumas características importantes na hora da compra:

A espessura da Picanha; picanha é uma carne que deve ser alta, deve ter pelo menos 4 a 5 centímetros de altura, se a peça estiver menor que isso, é provável que o animal tenha sido pequeno e mal alimentado, produzindo uma carne de qualidade inferior.

A gordura deve estar uniforme sem buracos, com uma camada de 1 cm +ou- e de uma cor branca ou amarelinho claro. Se ela estiver com uma aparência muito amarela a carne vai estar dura.

A picanha deve ter sido limpa corretamente, não contendo nervos nem partes do coxão duro na peça.

O segundo ponto é o corte. E isso é muito importante: Você precisa de uma faca para churrasco de qualidade e bem afiada. Como já mencionamos a picanha deve ser espessa e com uma capa de gordura, o uso de uma faca para churrasco de baixa qualidade ou mal afiada aumenta o risco que você não consiga cortá-la de forma limpa.

Na hora do primeiro corte (o corte com a carne crua ainda), usando aquela faca para churrasco da Vargas, você deve começar o corte da parte mais alta da capa de gordura, fazendo cortes na diagonal tendo em torno de 2 dedos de espessura, esses cortes devem ser na direção contrária da fibra.

O segundo corte que é feito na hora de servir, deve ser feito na direção das fibras, pois facilita a mastigação.

Agora que você já sabe como escolher uma ótima picanha para o seu churrasco, e como cortá-la já esta na hora de marcar o churrasco de domingo

Como cortar carne para espetinho

Se você está querendo saber como cortar carne para espetinho, então aqui eu irei compartilhar algumas dicas úteis para começar preparar seu churrasquinho!

Naturalmente uma das principais dificuldades de quem vai iniciar no ramo dos espetinhos é com relação ao processo de corte da carne para ser colocada nos espetos de madeira. As pessoas tem dúvidas com relação a como cortar, qual o tamanho ideal da carne para colocar no palito, o que usar para cortar a carne e várias outras dúvidas simples.

Então pensando nisso eu resolvi compartilhar aqui nesse artigo as principais informações para que você aprenda como cortar carne para espetinho de maneira correta e eficiente em seu negócio. Mas lembre-se sempre, que se quiser aprofundar mais no assunto, basta se inscrever no Curso de Espetinhos que eu recomendo sempre aqui no blog!

Equipamentos e acessórios para cortar carne

Quem vai trabalhar com espetinhos precisa investir nos seus equipamentos de produção, porém não se preocupe, porque é possível começar com bem pouco investimento. O seu principal item para cortar carnes será a compra de uma bancada grande, sendo que ela pode ser de madeira ou feita de mármore. Veja também outros acessórios que serão usados para cortar carne para espetinho:

Facas grandes e bem afiadas (que tenham uma boa empunhadura).

Uma chaira de aço.

Luvas Anti Corte (são luvas com fios de aço apropriadas para cortar carne).

Avental.

Estes são os equipamentos que você usará para cortar a carne de forma manual, porém hoje em dia existem muitas pessoas que estão utilizando a máquina de fazer espetinhos para cortar maiores quantidades de carne de uma só vez. 

Higiene para cortar carne

Não basta apenas saber como cortar carne para espetinho, pois outros detalhes também são cruciais nesse processo, como é o caso da higiene durante o seu trabalho, afinal você estará lidando com um alimento. Por isso, a primeira dica é sempre lavar bem as mãos antes de começar cortar as carnes e também durante o trabalho, afinal você poderá tocar em outros lugares ou equipamentos e é sempre preciso lavar as mãos novamente.

Todos os seus equipamentos de trabalho e a bancada de corte das carnes devem ser lavados diariamente com sabão e água morna. Utilize sempre roupas limpas, avental, touca e luvas para manusear as carnes. Se estiver com algum tipo de doença (mesmo que seja gripe) é sempre recomendado não trabalhar com as carnes para evitar possíveis contaminações.

O que fazer com a carne antes de corta-la

Primeiramente é importante saber qual a melhor carne para espetinho, pois de nada adianta saber corta-la muito bem se você vai oferecer algo ruim para seus clientes. Então se preocupe em escolher uma carne de qualidade (mesmo que não seja uma carne de primeira) e de um frigorífico confiável, que se preocupa com a higiene e boa procedência da carne.

Assim que você receber a carne, já poderá começar prepara-la para cortar e montar os espetinhos, porém é importante separar uma parte da carne para cortar e o restante você deve congelar sem cortar, porque isso garante uma melhor qualidade da carne, caso não for corta-la toda de uma vez.

O primeiro passo será a limpeza da carne, onde você deverá retirar o excesso de gordura e aqueles nervos que ficam duros quando assam. Depois disso a carne já estará pronta para ser cortada no formato ideal para montar os espetinhos!

Como cortar carne para espetinho?

A carne para espetinho precisa ser cortada no formato de cubos para se encaixar corretamente nos palitos e facilitar no momento que o cliente for consumir. Então se você estiver com uma peça grande de carne, poderá ir retirando pequenas fatias e depois ir cortando essas fatias em cubos pequenos para montar seus espetinhos.

Cada cubo de carne costuma ter algo em torno de 20g, sendo que em cada palito geralmente é colocado 5 cubos de carne que dá 100 g para o consumidor.

Uma boa dica para quem ainda não sabe como cortar carne para espetinho é sempre verificar a posição das fibras da carne no momento que for cortar. É importante cortar no sentido que as fibras estão, porque isso garante que a carne não ficará dura quando assar. Depois disso é só temperar a carne para espetinho, colocar nos palitos e seu petisco estará pronto para ser assado!

Como cortar carne para churrasquinho com a máquina?

A alternativa mais utilizada atualmente por quem deseja cortar carne para espetinho é a máquina formadora de espetinhos. Com ela é possível cortar uma grande quantidade de carnes ao mesmo tempo e montar vários espetinhos, facilitando assim o seu trabalho. Alguns tipos de máquinas chegam a cortar 60 espetinhos de vez.

Para trabalhar com ela, você precisará cortar a carne em fatias e ir colocando cada fatia dentro da máquina. Depois é só fechar a tampa, espetar os palitos e começar cortar com uma faca nas cavidades do equipamento. Assim, os espetinhos estarão todos prontos de uma só vez, sem precisar cortar cubo por cubo.

Enfim, espero que tenha gostado das nossas dicas sobre como cortar carne para espetinho e desejo muito sucesso no seu novo negócio. Ao decorrer do tempo, você vai pegando mais prática tanto no corte quanto no preparo em geral dos petiscos e tudo se tornará mais fácil.

De qualquer forma, se você precisar de mais informações e quiser aprender passo a passo como montar seu negócio de espetinhos com sucesso, a minha recomendação é que adquira o Curso Mestre do Espetinho, porque ele vem ajudando muitas pessoas as começar do zero!

A atenção ao corte da maminha deve começar antes do preparo. Mais precisamente, enquanto estiver temperando a carne. Isso porque o ideal é fazer pequenos cortes ao longo da camada de gordura para que o sal consiga penetrá-la. Só assim ela estará pronta para entrar na churrasqueira. Mas atenção, assim que assada, a maminha deve ser servida imediatamente e o seu corte é diferente do corte da picanha. Para que ela fique ainda mais macia, deve ser cortada no sentido contrário ao das fibras.
O carré de cordeiro é uma carne que impressiona. Não apenas pelo sabor marcante e carne suculenta, mas pela aparência inconfundível. Nesse caso, se você estiver em uma churrascaria e quiser avaliar o preparo do carré, o segredo é prestar atenção aos ossos. Isso porque durante o seu preparo são raspados todos os resíduos da carne ao longo dos ossos. Dessa forma, apenas a carne de qualidade é mantida.
A costela pode ser preparada de diversas formas. Em uma churrascaria, ela será servida como costelinha ou como costela premium. A grande diferença entre as duas está no corte que é feito. Isso porque na versão mais sofisticada são aproveitadas as regiões próximas às oito últimas vértebras do boi. Enquanto a costelinha pode ser preparada com todo o restante da peça. Para saber como cortar a carne de churrasco é fundamental, antes de mais nada, conhecer a carne que será servida. Cada uma delas exigirá uma técnica específica e respeito às suas características. Com essas dicas em mente, o segredo principal para um corte perfeito é a faca do churrasqueiro. Ela deve ser grande e afiada para que cada passada seja precisa.

Coxão mole para churrasco: É bom? Como cortar? Como temperar? Coxão mole para churrasco é um pouco raro de se ver. Isso porque a maioria das pessoas preferem uma carne mais gorda como picanha, maminha, costela e alcatra. Porém, o coxão mole pode ser uma alternativa super econômica e de grande custo benefício. Por mais que seja um tipo de corte que contém a maior parte de carne magra, dá pra tirar excelentes bifes e ter um churrasco suculento e saboroso. Esse tipo de corte está localizado na parte traseira do boi, por isso possui poucas fibras e boa irrigação sanguínea, responsável por deixar a carne mais tenra. No entanto, vale lembrar que tudo vai do ponto da carne e do tempero. Esse tipo de corte costuma ficar macio somente se estiver ao ponto. Se não souber o ponto da carne e deixar passar muito ela pode ficar um pouco dura.

Outro corte interessante para um churrasco é tirar bifes do miolo do coxão mole. É uma carne super limpa, macia e que confere um sabor incrível. Para quem prefere uma carne mais magra, essa parte do coxão mole é ideal.

Uma peça de coxão mole pode-se tirar ainda o corte baby top, que serve para fazer assados e um prato mais sofisticado para jantar ou almoço. Enfim, vimos que os melhores cortes para churrasco do coxão mole é a parte gorda e o miolo.